A Força está em Compartilhar a Diversidade

A Força está em Compartilhar a Diversidade

O B. Quaresma é um ex-jogador de futebol profissional. A Bia é bailarina. O Vinicius compõe músicas, toca vários instrumentos e canta.

O Rodrigo tem cinco anos de experiência na área de empréstimos. O Derick trabalhou em duas startups liderando áreas de atendimento. A Ana estuda psicologia.

Que estas pessoas têm em comum? Fazem parte do time de consultores de empréstimos com garantia na Creditas. Durante o expediente, a paixão deles é ajudar Brasileiros a contratar crédito com juros justos para fazerem projetos dos seus sonhos.

Aqui na Creditas, um consultor de negócios não precisa vir com experiência no ramo. Nós valorizamos experiências diversas, pessoas com diferentes maneiras de ver o mundo. Por que? Porque nos valorizamos sobretudo nossos clientes. E nossos clientes vêm de diferentes ramos, têm experiências diversas e diferentes maneiras de ver o mundo. Queremos entendê-los para poder achar a melhor solução para eles.

Times com muita diversidade não são fáceis de liderar. O líder precisa estar aberto a várias maneiras de enxergar o mesmo problema e saber como motivar pessoas com diversas histórias. Mas, conseguindo trazer estes consultores juntos através do mesmo objetivo, o líder tem a sorte de nadar em uma real piscina de talentos e perspectivas. Aí, a cereja no bolo é ver as pessoas dividindo ideias, dividindo criticas construtivos e aprendendo um com outro.

O nosso próximo passo é criar uma comunidade entre nossos clientes. Por que não compartilhar uma decisão inteligente de utilizar sua casa ou carro para pegar dinheiro para pagar uma reforma? Por que não passar confiança aos outros para usar uma plataforma digital para contratar um empréstimo? Por que não contar sua história?

Desde janeiro, o nosso time de consultores triplicou em tamanho. Qual é o trabalho deste grupo? Entender a necessidade do cliente e o seu momento de vida, os projetos reprimidos que eles não conseguem fazer por falta de oferta de crédito justo no Brasil. Mais que oferecer o melhor produto para este querido cliente, o consultor pega a responsabilidade de conduzir a aplicação do cliente pelos processos e barreiras da aprovação até pagamento.

Ao final das contas, o B. Quaresma não teve que fazer a mesma coisa para que a bola chegasse no gol? A Bia não ensaiava até cair de cansaço para conseguir aquela pirueta perfeita? O Vinicius não usou seus ouvidos, ritmo e todos os sentidos para aprender a tocar o piano?

Chief Operating Officer na Creditas
  • Hana Oliveira

    Muito bom!